BLOG

12 de Outubro Araçatuba/SP

Clássicos com Os Originais do Samba

09/10/2019

Clássicos com Os Originais do Samba

 

Os Originais do Samba vem para o QFestival com uma roupagem moderna sem perder a sua característica do samba tradicional. O mais recente lançamento é o “Ontem, Hoje e Sempre” lançado em Julho de 2017, com parceria entre a GG Produções Artísticas e Sony Music Brasil. Com novas músicas e participações especiais, tais como: Zeca Pagodinho, Benito Di Paula e Reinaldo, o príncipe do pagode.

Os Originais do Samba é um conjunto vocal e de percussão, criado no Rio de Janeiro, no início da década de 60, com a participação de Mussum (Antônio Carlos Bernardes ),  Rubão ( Rubens Fernandes), Bigode ( Arlindo Vaz Gemino), Bidi (Murilo da Penha Aparecida e Silva), Chiquinho (Francisco de Souza Serra) e Lelei (Wanderlei Duarte).

Começaram se apresentando no Clube dos Baianos, na Praça Tiradentes, no Rio de Janeiro, adotando o nome de “Os Originais do Samba”, em 1961, quando passaram a atuar profissionalmente contratados por Carlos Machado, para o show sobre música de Lamartine Babo: “O teu cabelo não nega”, no Copacabana Palace Hotel e Boate Fredi’s, no Rio de Janeiro.

Em 1968, foram convidados pelos produtores Solano Ribeiro, Miéle e Bosco, para acompanhar Elias Regina na Bienal do Samba, com a música vencedora “Lapinha” ( Baden Pawell e Paulo César Pinheiro).

Contratados pela RCA Victor, gravaram em 1969, o LP “Os Originais do Samba”, com seu 1º sucesso “Cadê Tereza” (Jorge Bem), apresentando no IV Festival Universitário da Música Popular Brasileira/1971 – TV Tupy, “Lá se vão meus anéis”, (Eduardo Gudin e Paulo César Pinheiro).

Receberam 3 discos de ouro da RCA Victor. Dos elementos dessa fórmula de sucesso, a “experiência” traz o registro na “Enciclopédia Brasileira da Música Popular Brasileira e Clássicos do Samba”.